Notícias do Pr. Wildo

Notícias do Pr. Wildo,
Prezados amigos(as) e irmãos(ãs),
Esta semana recebi um e-mail de uma amiga muito querida que fez, com muita sensibilidade, a leitura do momento pessoal que estou vivendo apenas observando uma foto minha e de minha família que ela recebeu em um dos impressos da Missão Vida. Ela disse, com todo o carinho, que meu sorriso já não era mais o mesmo e que demonstrava cansaço e uma certa tristeza. Infelizmente é verdade, já não me sinto mais o mesmo. Todos os meus problemas de saúde e luta contra a depressão não são ocasionados por causa dos fatos recentes na minha vida, mas sim pelo acúmulo de stress, trabalho e lutas que vivi ao longo de toda a minha vida ministerial. O que me consola e anima é que o Senhor nunca nos prometeu uma vida fácil, mas ele se comprometeu a nos assistir em todo o tempo. Tenho lutado sim, mas sem jamais parar ou me deixar derrotar, pois sei que meu Redentor vive e que por fim se levantará sobre todos estes problemas e terei paz plena. Se não nesta vida na que há de vir.

As lutas são muitas, mas as vitórias são muito maiores. Com a graça de Deus centenas e centenas de homens tiveram suas vidas resgatadas e transformadas pelo poder extraordinário do Espírito Santo. A história de vida de famílias inteiras foi mudada! Isto é combustível para mim e para todos aqueles que fazem parte da Missão Vida. Pode ser que você ainda não seja um dos mantenedores da Missão Vida, mas a maior parte das pessoas que recebem minha news letter são meus amigos e colaboradores da Missão. E estes tem parte em todos os resultados alcançados por este ministério.

Esta semana minha filhinha temporã, Gabriela, completou 08 anos. Ela é uma menina extremamente viva, alegre e companheira. O aniversário foi comemorado com muitos balões, doces e a presença de nossas famílias e alguns amigos. Tão bom ver a Palavra de Deus se cumprindo na vida de nossos filhos!

Neste final de ano estamos realizando uma campanha especial com cerca de 4.000 igrejas presbiterianas em todo o Brasil. Nesta campanha lançamos um desafio para que as igrejas “adotem” a Missão Vida como um de seus projetos missionários fazendo uma oferta mensal de R$ 50,00 durante o ano de 2015. Ao longo destas três décadas já visitamos milhares e milhares de igrejas e atualmente só 185 contribuem regulamente. Se você é de uma destas igrejas que recebeu a carta da campanha, incentive seu pastor a responder positivamente ao nosso apelo. Caso sua igreja não tenha recebido a carta ou você seja de outra denominação e deseje enviar nosso pedido ao seu pastor deixe-nos saber, teremos prazer em enviar o material.

No último dia 31 de outubro a Reforma Protestante completou 497 anos. Quero compartilhar com você um artigo que ressalta, das 95 teses, os cinco princípios fundamentais. Apesar de terem sido escritos no século XVI é impressionante a atualidade do texto.

Que Deus continue nos dando graça, sabedoria e ânimo para levar adiante o que Ele confiou em nossas mãos.

Com fé e esperança,

Rev. Wildo dos Anjos

Presidente

www.mvida.org.br

presidencia@mvida.org.br

Fones: 62 3318 1985 / 62 8126 3674

A atualidade da reforma protestante

A divulgação das 95 teses da Reforma Protestante de Lutero, desencadeada em 31 de outubro de 1517, restaurou a vida eclesiástica e espiritual da igreja. Quando pensamos em algo escrito no século XVI, pode parecer que precisaria de muitas adaptações para sua aplicação prática em nossos dias. Não é o que acontece com os cinco princípios fundamentais dessa reforma:

1 – Sola Scriptura (supremacia das Escrituras): defendia uma igreja centrada na Palavra de Deus, devendo ser a suprema autoridade em matéria de vida e doutrina e o árbitro das controvérsias. As Escrituras deveriam ser vistas como o instrumento pelo qual Deus se revela para a salvação pela fé em Cristo.

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra” (II Timóteo 3:16-17)

2 – Sola Gratia (somente pela Graça): reconhecia a salvação e vida cristã fundamentadas na Graça do Senhor e não nas obras humanas. A Graça é um favor imerecido a todos os pecadores e não é o resultado do que fazemos, mas o que fazemos está diretamente relacionado à Graça recebida.

“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie” (Efésios 2.8-9)

3 – Sola Fide (somente pela Fé): evocava a fé e o compromisso de fidelidade com o Senhor Jesus. Refere-se à fé como a única forma de justificação, sem qualquer interferência ou necessidade de boas obras.

“Sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, e sim mediante a fé em Cristo Jesus, também temos crido em Cristo Jesus, para que fôssemos justificados pela fé em Cristo e não por obras da lei, pois, por obras da lei, ninguém será justificado” (Gálatas 2:16)

4 – Solus Christus (somente por Cristo): anunciava Cristo como o único mediador entre Deus e o ser humano, não havendo salvação em nenhum outro e que Jesus estava construindo Sua igreja na terra sendo seu único Senhor.

“Este Jesus é pedra rejeitada por vós, os construtores, a qual se tornou a pedra angular. E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos” (Atos 4:11-12)

5 – Soli Deo Gloria (glória somente a Deus): enfatizava que a finalidade maior da Igreja era glorificar a Deus e somente a Ele são devidos todo louvor e glória.

“Quem fala por si mesmo está procurando a sua própria glória; mas o que procura a glória de quem o enviou, esse é verdadeiro, e nele não há injustiça” (João 7:18)

Numa descrição simples sobre o que tratam esses cinco fundamentos, a impressão é que poderiam ter sido escritos no final da tarde de ontem. Os problemas identificados por Lutero há quase 500 anos e seu desejo de que a Igreja voltasse para os caminhos do Senhor e para a Palavra de Deus têm tudo a ver com os conflitos no mundo contemporâneo.

As igrejas estão cada dia mais voltadas para si mesmas e perdendo, consequentemente, o verdadeiro sentido da vida cristã. Precisamos que Deus levante, sobretudo em nosso país, profetas que preguem a Palavra, somente a Palavra, baseando-se na própria Palavra. Precisamos falar sobre o Reino de Deus e preparar a Igreja para se encontrar com Jesus, fundamentados na fé e na graça salvadora de Cristo. Precisamos esquecer de nós mesmos e dar a Ele toda a honra e louvor que lhe são devidos.


24 11 2014

Voltar Para Pagina de Noticias

Newsletter

Mídia Social